Implantes Dentários

Implantes Dentários

O que você precisa saber sobre implantes dentários?

O que é implante dentário?

O implante dental é um pequeno cilindro confeccionado em titânio puro que lembra um parafuso. O titânio é um material que se adapta muito bem ao nosso corpo evitando reações adversas, ou seja, implantes não são rejeitados pelo organismo.

Quem precisa de um implante?

Qualquer pessoa com ausência dentária seja de um ou mais dentes, já é um candidato a tratamentos com implantes dentários, porém essa pergunta só pode ser respondida após uma avaliação física, radiográfica e sistêmica, onde poderemos identificar o problema e suas possibilidades de tratamentos através dos implantes.

Como é o processo

Como é o processo?

A primeira e mais importante das etapas é a de planejamento. Nesta fase nós tentamos descobrir quais os objetivos do paciente e quais as reais possibilidades de trabalho que existem. Após a definição do tipo de trabalho a ser feito vem à parte da cirurgia, onde os implantes são colocados.

Após a cirurgia para instalação dos implantes, é necessário que se espere por um período de 3 a 6 meses para que haja a cicatrização óssea e com isso o implante se una ao osso.

Após a cicatrização do osso eles servirão como se fossem as raízes dos dentes e podem suportar coroas dentais feitas em laboratórios de prótese.

Após a fase cirúrgica, os implantes serão expostos e passarão a ficar visíveis, dando-se início a fase protética, onde são confeccionados os dentes (as próteses).

A fase protética também necessita de várias sessões para ser concluída. Essas sessões não serão feitas uma seguida da outra, pois cada procedimento feito é encaminhado ao laboratório e esse necessita de alguns dias para que seja confeccionado o dente. O paciente ainda terá que esperar por volta de 3 a 6 meses para a finalização do trabalho.

A prótese fixada por implante é melhor que as convencionais “pontes móveis” e “dentaduras”?

A exemplo das próteses fixadas sobre os dentes, as fixadas sobre implante têm como maior vantagem não se soltarem durante a mastigação, propiciando maior conforto, segurança e eficiência mastigatória, além de uma estética mais agradável.

O resultado estético é bom?

O resultado estético é bom?

Sim, no geral muito bom. Existem casos com limitações maiores, como por exemplo, pacientes com grandes perdas ósseas. Porém, nesses casos, o tratamento tem como primeiro objetivo restabelecer a função da mastigação.


Que soluções os implantes permitem?

Os implantes permitem:

  • → estabilizar uma dentadura convencional superior ou inferior;
  • → substituir uma dentadura convencional por próteses fixas;
  • → repor um ou mais dentes perdidos, sem desgastar os dentes vizinhos, entre outras soluções,

ou seja, as soluções através de implantes permitem melhorar sua qualidade de vida (estética e função mastigatória), eliminando muitas das inseguranças ou constrangimentos associados às dentaduras convencionais ou pontes móveis.

A prótese sobre implante, então, se equipara aos dentes naturais?

Não. Porém, permite resultados MUITO satisfatórios! As próteses sobre implantes jamais se equipararão aos dentes naturais. Elas são recursos terapêuticos criados pelo homem. Como tais, poderão dar conforto e segurança, aumentar a eficiência mastigatória e ainda restabelecer o sorriso e espontaneidade, mas serão sempre um trabalho artificial fundamentado na evolução científica nas disponibilidades tecnológicas atuais, e na busca incessante da perfeição.

Como é realizada a limpeza? As prótese sobre implantes podem causar mau hálito?

As próteses fixas unitárias, quando bem desenhadas e adaptadas, comportam-se como dentes naturais e exigem do paciente os mesmos cuidados de limpeza (boa técnica de escovação, utilização de fio dental e enxaguatórios bucais). Os portadores de pontes fixas necessitam de dispositivos especiais (fios e escovas dentais para limpezas de peças protéticas).

Mau hálito é causado por acúmulo de placa bacteriana, assim as peças protéticas não podem CAUSAR o mau hálito, mas podem potencializar o problema quando estiverem: mau adaptadas, com material com falta de polimento (poroso), e com locais que retém os alimentos sem possibilidade de higienização pelo paciente.

Porque o dente perdido precisa ser substituído?

Os dentes, para funcionarem bem, precisam estar em equilíbrio nos arcos dentários superior e inferior, sempre submetidos a um sistema de forças oriundas dos músculos mastigatórios, lábios, bochecha e língua. A perda de um só dente desequilibra esse sistema de forças, e os dentes movimentam-se migrando para compensar a perda. Espaços são criados, desníveis acontecem, e a mastigação e a estética sofrem. Os dentes precisam ser recolocados para que seja resgatado o equilíbrio mastigatório.

Os implantes são uma solução durável?

Os implantes são uma solução durável?

O sucesso a longo prazo de um implante osseointegrado está diretamente relacionado com uma adequada investigação das condições ósseas e sistêmicas do paciente, a um bom planejamento cirúrgico protético, a uma conveniente cirurgia e a reabilitação protética apropriada. Porém o fator tão ou mais importante no sucesso é a higiene oral desenvolvida pelo paciente.


Quais os riscos cirúrgicos?

Mínimos. A cirurgia é feita normalmente com anestesia local e é muito mais simples que outros procedimentos cirúrgicos odontológicos, como a extração de um dente incluso, por exemplo

O que é osseointegração?

Osseointegração é uma resposta biológica que se caracteriza pela adesão do osso ao implante, quando isto ocorre dizemos que o implante osseointegrou, permitindo o recebimento da carga mastigatória.

A partir de, e até que idade um implante pode ser realizado?

A partir da puberdade, qualquer pessoa pode receber implantes. No NATO temos um paciente implantado aos 93 anos.